Novidades

agosto172017
Arquitetura do futuro

Arquitetura do futuro

Arquitetura do Futuro”. Já ouviu falar? Trata de um conceito novo, não podemos ainda definir o que é a arquitetura do futuro exatamente, mas é possível ter uma boa ideia de como ela funciona, como se desenvolve e quais anseios irá saciar.  Algumas qualidades que definem a arquitetura do futuro: Por diversas razões, o nosso mundo muda mais rápido a cada dia. Essas mudanças são tão rápidas quanto profundas e refletem em todas as áreas do mercado de trabalho. Na arquitetura não é diferente. De todas tecnologias que prometem fazer diferença no futuro da arquitetura a que mais se destaca é a impressão 3D. Sua aplicação é muito ampla e permite a criação desde maquetes, protótipos e mobiliário até casas. As mais modernas impressoras permitem criar uma casa inteira em um dia, o que é uma revolução real e que influencia a vida das pessoas, tornando possível baixar o preço e permitir um maior acesso a esse bem.

Quando Falamos de futuro não podemos deixar de citar duas pessoas que são referência no assunto, Luc Schuiten e Vincent Callebaut os dois são arquitetos e seus projetos visam muito a evolução da arquitetura em harmonia com o meio ambiente. Vincent Callebaut nasceu em 1977 é um arquiteto belga. Seus trabalhos fundem-se a biologia com tecnologias da informação e comunicação. Nada ainda foi colocado em prática, mas são expostos pelo mundo focando no desenvolvimento de alta tecnologia que atendam às pressões ambientais.

O jardim flutuante, Physalia, limparia as águas dos rios europeus. Antismog, um catalisador de ar para a capital francesa. Ecomic, uma árvore vertical para centros urbanos, projetada para a Cidade do Mexico. Lilypad, uma cidade flutuante autônoma, com capacidade de abrigar 50 mil pessoas refugiadas climáticas, caso o nível dos oceanos continue aumentando, Entre suas concepções há a ideia de idrogenase, dirigíveis produtores de biocombustível partir de algas marinhas. Callebaut também se preocupa com a escassez de alimentos, projetando fazendas verticais para os centros urbanos. Seu projeto, Dragonfly, foi desenvolvido para a cidade de Nova Iorque.

As tendências que têm surgido na arquitetura são voltadas para as necessidades do homem e do meio ambiente. O conceito de sustentabilidade — que alia projetos a uma utilização razoável dos recursos naturais (materiais reaproveitados, luz solar e outros) — garante que essas novas residências, escritórios e empresas vão se tornar uma célula responsável por colaborar para a boa saúde do nosso planeta. É certo que haverá mais projetos a serem desenvolvidos. O amanhã está mais ligado a esses pequenos planejamentos do que a um vínculo empregatício. Mais preocupado com que o trabalhador tenha tempo para desenvolver seus projetos pessoais e não viver para trabalhos de terceiros. Quem pensa em soluções não óbvias, experimenta e desafia o design, tem grandes chances de obter êxito profissional. O desenvolvimento de prédios que não agridam o meio ambiente e ainda integrem a paisagem urbana, tornando-a mais agradável, é uma possível nova necessidade a ser explorada.

Sustentabilidade é a palavra de ordem para os próximos tempos: as tendênciasarquitetônicas virão integradas com projetos que levem em consideração o meio ambiente, fazendo com que o local não seja um simples gerador de resíduos. Essa será a missão do arquiteto do futuro: combinar a necessidade de clientes com a sofisticação e o design, sempre priorizando a sustentabilidade e harmonia com o meio ambiente. A qualidade de vida das pessoas é o fator norteador da arquitetura do futuro, que demonstra uma preocupação crescente com esse aspecto. Criar espaços para que o homem viva, trabalhe e se divirta com saúde e bem-estar. E nisso, está envolvida a criação e cultivo de hortas, espaço para que sejam feitos exercícios físicos, locais que levem em conta as emoções, que respeitem as fases da vida, entre muitos outros.

Um mundo em constantes transformações certamente influencia e sofre as influências dos mais diversos projetosarquitetônicos, conduzindo arquitetos de vários estilos a refletir sobre novas formas de planejar o design e os espaços onde o homem habita. Lá por meados de 70 teve um cara que inovou no quesito projetos futuristas, Luc Schuiten nasceu em 1944 na cidade de Bruxelas um arquiteto belga que sonhava em um conjunto de arquitetura com as estruturas de plantas e árvores. Filho do arquiteto belga Robert Schuiten. Orejona, uma casa de madeira, que foi construído na forma de uma A. O teto permitido por grandes janelas de visualização do céu. Células solares feitas para o aquecimento da casa. Todos os detalhes da casa foi com a ajuda de carpinteiros, distinguiu-se. Schuiten "é caracterizada pelo espírito do soixante". Ele está convencido de que a humanidade irá perecer se não houver transformação bem-sucedida de dependentes da sociedade.

Uma eco casa autossuficiente com energia através da utilização de sol e vento: a casa Orejona. Continua a ser uma conquista significativa, marco miliário consciência ecológica de corrente, depois do movimento "underground". Através de seu habitat inovador, Luc considerado representante da futura criatividade artística na Bélgica. A crise energética da década de 1970 contribuíram para sua busca de vida eficiente em termos energéticos. A casa foi todo um estudo de antemão, construiu a própria casa como uma experiência. Na casa os primeiros painéis solares foram instalados que estavam no mercado na Europa. A carcaça foi fornecida com agua de chuva recuperada. Também importante foi a presença de uma horta e pomar assim que a casa era autossuficiente. Hoje, a casa não parece tão progressista como era na década de 1970. Os tipos de propriedade são baseados em organismos vivos e formas naturais.

Esses são alguns projetos não realizados de Luc.

Essas foram algumas das previsões da arquitetura para os próximos anos. O Blog da Solemar Ombrelones  está sempre de olho nos mais diversos assuntos que ligam os projetos e que atendam às necessidades dos clientes em prol de princípios de sustentabilidade e integração ao meio ambiente, são algumas das maiores tendências de uma arquitetura voltada para o futuro!

Acesse: www.solemarombrelones.ind.br e garanta que seu espaço ficará muito mais aconchegante para desfrutar dos melhores momentos. Confira os mais diversos ambientes montados com ombrelone lateral.

TAGs: ombrelone lateral, ombrelone lateral madeira, ombrelone gigante, ombrelone madeira